Celeiros de criação de suínos


FOTO: DonkeyHotey / Flickr

Um celeiro de parto é um espaço projetado para porcas e leitões durante o parto. A mortalidade dos leitões é um grande problema para os criadores, e usar esses celeiros salva a vida de muitos leitões. Um celeiro de parto tem caixas para porcas individuais, permitindo espaço para os leitões ao lado de sua mãe e espaço para a porca se mover e acessar seu alimento e água sem poluí-los. Os problemas que um estábulo de parto procura resolver incluem a possibilidade de uma porca esmagar seus leitões ou defecar em sua comida, e permitir fácil acesso para o agricultor ajudar no parto e no cuidado dos leitões.

Requisitos do celeiro para criação

A área da porca mãe é mantida separada da área dos leitões por uma barra de metal, e seu espaço deve ser grande o suficiente para que ela possa se mover de um lado para o outro e deitar, mas não o suficiente para se virar. A área do leitão, ou “rastejo”, deve ser apenas o suficiente para que eles mamarem e se movimentem, ficando perto de sua mãe enquanto são protegidos de seu volume.

Todo o celeiro deve ser mantido limpo e esterilizado. A limpeza é vital para leitões e porcas saudáveis, e manter o celeiro de parto limpo é crucial para o sucesso. Lavar a porca antes de ir para as gaiolas de parto ajudará a manter a área estéril e os leitões devem ser limpos e secos assim que nascerem.

Seu celeiro de parto também deve estar na temperatura certa. Fornecer palha funda ajuda a manter a porca e seus leitões aquecidos, mas pode ser necessário calor adicional. A porca gosta de estar entre 70 e 75 graus F, enquanto os leitões precisam de um aquecimento de 90 a 95 graus F. Isso significa que uma lâmpada de aquecimento ou outro tipo de aquecimento é frequentemente necessário na fluência dos leitões.

Condições ideais para parição

Temperatura

Um celeiro de parto deve ser quente, mas não úmido. É melhor manter o celeiro isolado, mas permitir a ventilação adequada do prédio. Em um celeiro isolado, manter a área das porcas entre as temperaturas de 70 e 75 graus não é difícil, mas geralmente é necessária uma lâmpada de aquecimento para os leitões. Ventilação adicional pode ser necessária nos meses de verão, quando manter o celeiro abaixo de 100 graus F pode ser uma luta.

Necessidades de espaço

A área total de uma gaiola de parto deve ter pelo menos 5 pés e 9 polegadas de largura por 7 pés e 9 polegadas de comprimento. O arrasto para os leitões deve se estender para frente para permitir que eles tenham acesso não apenas às tetas da porca, mas também à sua cabeça para encorajar um vínculo materno.

Necessidades de comida / água

Uma porca em parto precisa de acesso constante a comida e água. Quanto mais cedo você conseguir que sua porca coma após o parto, melhor, pois isso a ajudará a produzir o leite de que seus leitões precisam para sobreviver. A alimentação deve ser preparada de forma que a porca não possa defecar ou derrubá-la, como um cocho situado fora da gaiola de parto com uma abertura grande o suficiente para que ela possa passar a cabeça. A água é mais fácil de manter higiênica usando um bico de irrigação.

Limpeza

A limpeza é fundamental durante o parto. O celeiro de parto deve ser bem limpo antes de as porcas serem introduzidas, e todas as precauções devem ser tomadas para evitar a introdução de possíveis patógenos na área. Macacões e capas de botas são necessários para os visitantes.

Alternativas para fazendas pequenas e sustentáveis

Um celeiro de parto pode não ser realista para um criador de porcos em pequena escala. Embora você possa configurar uma única gaiola de parto para sua porca, existem outras alternativas para pequenas granjas.

Farrowing Yurts

Uma yurt é uma solução comum para o parto em pequenas propriedades. Uma tenda isolada, as yurts são estruturas semipermanentes que podem ser facilmente modificadas para o parto e fornecem proteção para a porca e seus leitões. Uma yurt é particularmente útil porque pode ser mantida quente em climas mais frios e pode ser dividida em quatro áreas de parto para um grupo maior de porcas. Estruturas semelhantes podem ser construídas especialmente de madeira, criando uma cabana de parto.

Povoamento no pasto

Alguns agricultores permitem que suas porcas parem no pasto. Isso aumenta o risco de uma porca desatenta colocar seus leitões, e a temperatura é muito mais difícil de controlar. No entanto, alguns fazendeiros afirmam que boas porcas são cuidadosas com seus leitões e mães desatentas não são adequadas para reprodução. O parto em pasto é muito mais barato do que qualquer outra alternativa e, durante os meses de verão, as preocupações com a temperatura podem ser atenuadas.

Prevenção de perdas de leitões

O objetivo dos celeiros de parição é reduzir a perda de leitões. A mortalidade em leitões pode chegar a 25 por cento, e os celeiros de parto buscam aliviar os riscos desnecessários para os leitões. Baixas temperaturas, corpos de porcas grandes e infecções e doenças são ameaças à sobrevivência dos leitões, a que se dirige o estábulo de parto.

Minúsculo e indefeso, a segurança do leitão deve ser sempre uma preocupação ao criar porcos. Com algumas considerações, tais perigos podem ser evitados e sua porca e leitões podem prosperar.


Assista o vídeo: SUINOCULTURA: Tamanho da Área para Criação de Suínos


Artigo Anterior

Perfil do produto: Cresce Salada De Mistura Para Verduras Saudáveis

Próximo Artigo

Como fazer uma cesta de ovos rústica